Páginas

quarta-feira, abril 3

Quando a noite chega...


São estas palavras que me dão a vida a energia necessária para acordar todos os dias de manhã com energia suficiente para te beijar o rosto. É a mesma energia das palavras que me deixas com um beijo na bochecha todos os dias quando sais para a escola. Não estamos presos um ao outro mesmo assim parece que os nossos corações estão. A distancia separa-nos e as coisas acontecem um ao outro sem que saibamos noticias um do outro. Depois ao fim do dia quando entras em casa cansada e de rastos depois de um dia tão cheio de actividades beijas-me os lábios e descarregas as emoções e os acontecimentos ocorridos durante a manhã e a tarde. 

Quando a noite chega e a hora da cama se aproxima a conversa encurta-se, o beijo de boas noites é a ultima coisa que nus une antes de adormecer-mos virados um para o outro

Sem comentários:

Enviar um comentário